s.f. (...) indicação de que alguém "encontrou finalmente a última peça do quebra-cabeças e agora consegue ver a imagem completa".

(Psiu: Sobre aquela falta de ideias)

28.10.12

Limiar



Seus cachos sentem-se levados pela leve brisa. Embalada pela balada do Roy Orbison, mal nota seu óculos (tão perdido quanto sua mente). Apenas deposita sua cabeça na soleira da janela de seu automóvel, fecha os olhos e deixa o peso esvair de si como se fosse apenas o vento que toca sua lívida superfície. 

"Qualquer coisa que você quiser você consegue”. 

Pra quem tinha a cética visão das frases motivadoras, agora essa ideia começava a enraizar em sua massa encefálica. 

"Qualquer coisa que você precisar você consegue”. 

As pálpebras abrem com inconsciência. Ainda desnorteada com o claro lunar, ela observa o seu único teto a partir de agora. A solidão deu espaço para a plenitude de observar as pequenas constelações. Um liga-pontos da imaginação. 

Enfim, ela parecia finalmente trilhar seu caminho de volta pra casa. E dessa vez, destinada à resplandecência.

4 comentários:

Jorge Leandro disse...

Promissor!

Hell disse...

Obrigada, Sr. Jorge :3

Anônimo disse...

Que persepsão da vida!

Gabri(ela). disse...

Ando pesquisando a vida sobre diversos pontos de vista, sr(a). Espero que isso seja uma congratulação, rs. Obrigada ainda assim (: